Blog Fique por dentro de tudo o que acontece na Bioseta.

Como é feita a sanitização dos aparelhos de ar-condicionado?

Você que acompanha nosso blog, já sabe que a sanitização de ambientes, também conhecida como desinfecção, é um conjunto de processos de sanitização que se complementam e promovem a redução da carga microbiológica, ou seja, da ‘quantidade’ de micro-organismos como bactérias, vírus e fungos e também de ácaros (que são aracnídeos) nos ambientes.

Conheça agora o que é a sanitização de equipamentos de ar-condicionado, como o processo é realizado e quais os benefícios que ela pode trazer para a saúde das pessoas.

É importante ressaltar que a realização do conjunto de processos de sanitização de ambientes de forma concomitante potencializam a ação dos processos entre si, pois sabemos que nos protocolos de biossegurança, não é somente o que se faz, mas que há uma sequência ideal para maior efetividade da sanitização dos ambientes.

Qualidade do ar interior x equipamentos de ar-condicionado

A popularização do uso de equipamentos de ar-condicionado, principalmente os modelos split e de janela, alterou de forma significativa os hábitos de utilização dos ambientes, em que a climatização tomou o espaço que até então era ocupado por janelas e portas abertas, situação pela qual acontecia a renovação do ar interior dos ambientes.

Esse ‘fechamento’ dos ambientes tem como consequência a ausência de renovação do ar, causando, entre outras situações, a concentração de substâncias tóxicas e de micro-organismos – vírus, fungos e bactérias – causadores de doenças e que podem comprometer a saúde dos usuários. 

Além de alergias respiratórias, a ausência de um processo de sanitização adequado dos equipamentos de ar-condicionado pode também ser responsável pela contaminação dos usuários pela bactéria Legionella pneumophila, um micro-organismo que causa uma grave infecção respiratória (pneumonia atípica) – conhecida como doença dos legionários.

A relação entre a qualidade do ar interior, a higienização e a sanitização de equipamentos de ar-condicionado é tão crítica, que há inclusive a exigência por parte dos órgãos sanitários da apresentação do Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC), Portaria nº 3.523 da ANVISA, em que estabelece frequências específicas para higienização e sanitização dos equipamentos.

Como a sanitização de equipamentos de ar-condicionado pode ajudar na prevenção de doenças em ambientes de uso coletivo?

Vimos que a qualidade do ar interior é impactada, dentre outros fatores, pela carga microbiológica dos ambientes e é neste ponto que a sanitização se apresenta como fator de prevenção por meio do controle de micro-organismos, mediante dois processos:

  1. Sanitização dos equipamentos de ar-condicionado, com o objetivo de tornar o equipamento seguro para utilização e não um meio de contaminação;
  2. Sanitização do ar interior dos ambientes, com o objetivo de ‘purificar’ o ar interior presente nos ambientes de uso coletivo.

Como é o processo de sanitização de equipamentos de ar-condicionado?

É importante entender que a higienização e a limpeza dos equipamentos de ar-condicionado não podem ser confundidas com a sanitização

A higienização é o procedimento que tem como objetivo remover a sujidade superficial do aparelho, processo em que é empregado o uso de água e produtos de limpeza rotineiros, preparando o equipamento para o processo mais profundo, que é a sanitização.

A sanitização dos equipamentos de ar-condicionado é uma etapa posterior à limpeza, em que cada parte do equipamento recebe um processo específico. 

Pela aplicação sob pressão de produto saneante, aprovado pela ANVISA, ocorre a eliminação de ácaros, bactérias, vírus, fungos e outros microrganismos, bem como a remoção de mofo e outras sujidades incrustadas.

Por meio da aplicação aerossol saneante, aprovado pela ANVISA e com registro específico para equipamentos de ar-condicionado, ocorre a sanitização do restante do sistema interior do equipamento para eliminar os micro-organismos.

Após a realização dos processos de sanitização, os equipamentos de ar-condicionado devem permanecer sem uso por pelo menos 4 horas.

Quer um orçamento de sanitização de ar-condicionado em sua empresa ou residência? Clique aqui!

ver todas as postagens

Seu negócio precisa
de um time de especialistas

Conheça nossas soluções