Blog Fique por dentro de tudo o que acontece na Bioseta.

Como funciona a repelência eletromagnética de pombos

As infestações de pombos se tornaram um problema muito grande, isso porque esses animais provocam danos em estruturas prediais, nos maquinários de empresas, monumentos, calhas e telhados.
Além disso, os pombos são responsáveis por desencadear inúmeras doenças nos humanos, como a doença do pombo que é capaz de levar os indivíduos à morte.
Para solucionar a infestação desses animais sinantrópicos, uma das soluções é investir na repelência eletromagnética de pombos, que não os mata, mas é capaz de afugentá-los do local infestado.

Mas afinal, o que é a repelência eletromagnética de pombos?

Para os casos em que se tem a infestação de pombos sobre telhados, cumeeira ou até mesmo alojados em estruturas metálicas, o melhor método a ser aplicado para repelir os pombos é o sistema repelente de pombos LH-120.
Esse controle eletrônico de pombos é conhecido por ser um sistema instalado sobre o telhado ou em uma estrutura metálica. Os capacitadores são interligados por meio de um fio inoxidável, e um reator que gera e emite um campo eletromagnético pulsante que é sentido apenas pelo pombo. Isso faz com que eles se afastem do local infestado.
Além disso, o sistema LH-120 não possui vida útil pré-determinada, se o reator estiver funcionando e a instalação estiver correta, os pombos serão repelidos pelo campo eletromagnético gerado independente do tempo em que o sistema foi instalado.

Quais os benefícios do sistema LH-120?

O investimento no sistema de controle eletromagnético de pombos, além de não emitir ruídos sonoros perturbadores e interferência em sistemas de comunicação e redes Wi-Fi, traz diversos benefícios como:

Ambiente limpo

Os dejetos dos pombos acabam deixando os ambientes com aspecto sujo e de desleixo, com a repelência eletromagnética esse problema é solucionado rapidamente;

Segurança nos ambientes

Muitas vezes esses animais acabam causando acidentes dentro de ambientes como os das grandes empresas, principalmente nas áreas de carga e descarga;

Conservação das estruturas prediais

As fezes dos pombos possuem acidez muito elevada, o que acarreta em corrosão das estruturas metálicas.

Preservação da saúde

Esses animais transmitem inúmeras doenças como a criptococose, histoplasmose, salmonelose, ornitose, dermatites, alergias e a doença do pombo que pode resultar em morte.

O sistema de repelência eletromagnética de pombos LH -120 facilita o afastamento desses animais sem matá-los, uma vez que eles são amparados pela Lei nº 9.605 de 12/02/1998 do IBAMA que em seu Artigo 29 cita que matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, poderá sofrer pena de detenção de seis meses a um ano e multa.
Ficou com dúvidas sobre a eficiência do sistema de repelência eletromagnética de pombos LH – 120?
Clique AQUI e solicite contato de um especialista da Bioseta.

ver todas as postagens

Seu negócio precisa
de um time de especialistas

Conheça nossas soluções