Blog Fique por dentro de tudo o que acontece na Bioseta.

Tratamento térmico HT em unidades móveis

O tratamento fitossanitário é essencial para as exportações de madeira e de qualquer produto ou carga que utilize embalagens de madeira para o transporte. Seu objetivo é controlar as pragas quarentenárias e prevenir as infestações que podem comprometer a madeira – como produto ou embalagem.

Diante disso, o tratamento fitossanitário é obrigatório para garantir a segurança das madeiras utilizadas como suporte e também a carga a ser transportada. Sendo assim, é possível encontrar diversos tipos de tratamento fitossanitário, os quais apresentam características diferentes e específicas, como é o caso do tratamento térmico HT em unidades móveis.

Afinal, o que é considerado tratamento fitossanitário?

O tratamento fitossanitário é uma medida fitossanitária determinada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) que deve ser realizado apenas por empresas credenciadas.

Esse tipo de tratamento tem como objetivo assegurar que os vegetais, partes de vegetais e produtos, bem como as embalagens e suportes de madeira das operações de exportação e importação, encontram-se livres de pragas quarentenárias, as quais podem ser extremamente prejudiciais para o local que recebe a carga contaminada.

Desse modo, o MAPA realiza o credenciamento de empresas que estão autorizadas a realizar os tratamentos fitossanitários e assim emitir os respectivos certificados de tratamento ou aplicar a marca IPPC, conforme prevê a Norma Internacional para Medidas Fitossanitárias nº 15.

Quanto aos tipos de tratamentos fitossanitários internacionalmente reconhecidos e que podem ser utilizados com o objetivo de reduzir o risco de introdução e/ou disseminação das pragas quarentenárias, são os seguintes:

  • Tratamento fitossanitário em estufa;
  • Tratamento térmico via aquecimento dielétrico com uso de micro-ondas
  • Tratamento fitossanitário com brometo de metila (em desuso, somente em casos onde são encontradas pragas vivas em importações)

Cada um dos tratamentos fitossanitários apresenta métodos de aplicação diferenciados entre si, porém a base do tratamento fitossanitário vai ser sempre a eliminação das pragas quarentenárias, a fim de reduzir riscos e passivos para os importadores e exportadores.

O tratamento fitossanitário em unidades móveis é realizado de que maneira?

Um dos tratamentos mais procurados por importadores e exportadores, visto que ele pode ser realizado diretamente nos portos, é o tratamento fitossanitário em unidades móveis que garante muito mais agilidade, principalmente quando se fala em prazos.

No que diz respeito ao tratamento HT móvel, ele é um processo inteiramente brasileiro, em que as embalagens de madeiras são cobertas com uma lona térmica e então conectadas a um módulo de aquecimento independente e reduzido. Para isso, um sistema de lastro independente é utilizado para prender a lona ao chão, vedando o sistema.

O tratamento fitossanitário em unidades móveis permite que sejam tratados grandes volumes de madeira num único tratamento, eliminando as necessidades de estufagem das embalagens, visto que a câmara é posta sobre elas.

A Bioseta faz parte das empresas credenciadas junto ao MAPA e que possuem licença de operação do órgão ambiental para todas as suas unidades de tratamento fitossanitário.

Para oferecer o melhor para os clientes, contamos com uma infraestrutura técnica e operacional capacitada a fornecer um diagnóstico seguro e eficiente para uma logística de tratamento de embalagens e suportes de madeira em qualquer unidade do Brasil. Após a execução dos nossos serviços de tratamento fitossanitário as embalagens de madeira estão aptas para serem despachadas ou recebidas.

ver todas as postagens

Seu negócio precisa
de um time de especialistas

Conheça nossas soluções